Logotipo Original Sunne
No lado esquerdo da imagem tem um homem com o queixo apoiando nas mãos fechadas em punho, pensando, em frente a um notebook aberto e um copo com um líquido e um canudo transparente. Ao fundo tem um homem sentado de costas e desfocado para exemplificar artigo sobre Placa solar ou Mercado Livre de energia: qual é a melhor opção?

Placa solar ou Mercado Livre de energia: qual é a melhor opção?

O mundo hoje está numa corrida para conseguir fontes de energia limpa e que seja sustentável a longo prazo e, por isso, fazer escolhas inteligentes como placa solar ou mercado livre de energia, se torna uma alternativa cada vez mais relevante.

Portanto, os gestores que estão buscando soluções sustentáveis também buscam por soluções economicamente viáveis. Para isso requer fazer investimentos seja em gerar a sua própria energia com placas solares ou migrar de vez para o mercado livre de energia.

Neste artigo, vamos explorar como funciona a energia solar por meio das placas solares, além de explicar como funciona o mercado livre de energia, como funciona a placa solar e as vantagens desses sistemas, inclusive, as diferenças entre ambos.

Sua empresa está estudando opções para fazer a transição energética? Nosso objetivo é fornecer informações claras e úteis, especialmente, quando empresas querem tirar as amarras e migrar para o mercado livre de energia

Portanto, entender mais sobre esses temas, possibilita a tomada de decisões informadas sobre a adoção da energia solar e/ou a migração para o mercado livre de energia. Aproveite a leitura!

Placa solar e mercado de energia livre: o que é e como funciona

Antes de saber como migrar para o mercado livre de energia, escolher entre placa solar ou mercado livre de energia é importante que você entenda o que e como funciona cada um desses sistemas antes de bater o martelo e escolher a melhor opção.

Placa solar

Em 2023 o Brasil conseguiu a marca de 1,6 milhão de sistemas instalados em todo o país e, destes, 79% são residenciais para autoconsumo local. Estamos falando de geração própria de energia via placas solares.

Uma placa solar, também conhecida como painel solar ou painel solar fotovoltaico, é um dispositivo que capta e converte a luz do Sol em energia elétrica, isso acontece porque as células fotovoltaicas são feitas de silício, que geram eletricidade quando são expostas à luz solar.

Como funciona a placa solar

O funcionamento da placa solar depende de 4 fatores:

  • As placas solares são instaladas em locais onde recebem luz do Sol direta e constantemente, como telhados, terrenos abertos; afinal, elas são projetadas para absorver a luz solar;
  • Quando a luz solar atinge as células fotovoltaicas da placa solar, ela é absorvida pelos elétrons presentes no material semicondutor como o silício. Essa absorção movimenta os elétrons, criando uma corrente elétrica, ou seja, convertendo a luz em eletricidade;
  • Após a absorção da luz, começa o processo de geração de corrente contínua (CC), com a eletricidade gerada pelas células fotovoltaicas é feita em corrente contínua, típico de eletricidade produzida pelas placas solares;
  • A corrente contínua produzida é enviada para o inversor solar, que converte essa corrente em corrente alternada (CA), forma de energia que usamos no dia a dia, só então usamos a energia de fato.

Mercado livre de energia

Agora chegamos ao mercado livre de energia que até 2024 abre as portas para consumidores de alta tensão que fazem parte do Grupo A. Então, precisamos entender que o mercado livre de energia é um ambiente em que consumidores e fornecedores de energia podem negociar a compra e a venda de energia elétrica de forma direta e é isso que diferencia placa solar ou mercado livre de energia.

Então, como funciona o mercado livre de energia é completamente diferente de como um consumidor que só tem acesso à concessionária local de energia elétrica, já que nesse ambiente o consumidor consegue negociar de forma flexível de quem e que tipo de energia vai comprar.

Como funciona o mercado livre de energia

Assim como acontece com as placas solares, o mercado livre de energia pode funcionar em 4 etapas:

  • No mercado livre existem os geradores, que produzem energia; os comercializadores, intermedeiam as negociações entre geradores e consumidores; e os consumidores livres, que são aquelas que demandam energia mais do que um consumidor comum;
  • Contratos de energia são feitos finalizar as negociações feitas diretamente com o geradores, onde ficam definidos preços, quantidade e duração de fornecimento;
  • O preço da energia elétrica é determinado livremente entre as partes envolvidas na negociação. Esses preços podem variar conforme a oferta e a demanda, fatores climáticos, custos de geração, sazonalidade entre outros; 
  • Para ter acesso à energia comercializada lá é necessário migrar para o mercado livre de energia e para isso é necessário atender vários requisitos estabelecidos pela regulamentação. 

Como você pode notar, ambas as opções oferecem benefícios significativos e podem ser adotadas segundo as necessidades e objetivos de cada pessoa ou empresa. Para que isso fique mais claro, vamos às vantagens deles dois logo abaixo.

Vantagens dos dois sistemas

Agora deve ser mais fácil escolher entre a placa solar ou mercado livre de energia, mas para te ajudar ainda mais vamos falar sobre as vantagens desses dois sistemas, dessa forma você vai conseguir escolher melhor.

Vantagens da placa solar:

Energia limpa e sustentável

Como a placa solar funciona a base da luz solar, ou seja, é uma fonte de energia limpa e renovável, portanto, inesgotável enquanto tivermos um Sol em nosso sistema solar. Logo, contribui para a redução das emissões de gases do efeito estufa.

Redução nas contas de energia

Placa solar ou mercado livre de energia não importa. A instalação de placas solares ainda é possível gerar parte ou até mesmo toda energia elétrica consumida em uma residência, ou empresa. Resumindo, isso significa que você pode ter um pouco de independência da concessionária local, causando uma economia significativa na conta de energia.

Incentivos fiscais e subsídios:

Muitos governos, inclusive o brasileiro, costumam oferecer incentivos financeiros desde descontos até financiamento em programas de incentivo à energia solar.

Vantagens do mercado livre de energia:

Negociação de contratos e preços

Diferente do consumidor comum, quem migra para o mercado livre de energia consegue negociar os contratos de fornecimento de energia com os geradores de energia ou com os comercializadores. Ou seja, mais flexibilidade tanto para definir os termos, preços, além de negociar as definições do contrato.

Escolha do fornecedor

Da forma como funciona o mercado livre de energia, é possível escolher o fornecedor de energia elétrica, considerando preço, qualidade do serviço, fontes de energia e valores. Além de proporcionar opções que estejam alinhadas com o que você busca, oferece flexibilidade no planejamento estratégico.

Redução de custos e aumento da eficiência energética

Toda concorrência é boa para o consumidor, no mercado livre não seria diferente. Por ser um ambiente extremamente competitivo, permite que o valor da energia no mercado livre de energia seja mais baixo, além de incentivar soluções econômicas e sustentáveis.

Em resumo, as vantagens da placa solar incluem a geração de energia limpa, redução de custos e independência energética, enquanto as vantagens do mercado livre de energia engloba a liberdade de negociação, escolha do fornecedor e maior flexibilidade no planejamento energético.

Como migrar para o mercado livre de energia

Apesar de como funciona a placa solar e suas as vantagens, a pergunta que você deve estar se fazendo é: “como migrar para o mercado livre de energia?”. Então, continue lendo que vamos te falar quem pode migrar para o mercado livre de energia.

Bem, para migrar para o mercado livre de energia, o primeiro passo é verificar se você atende aos requisitos estabelecidos pela legislação vigente, como ter uma demanda acima do limite (atualmente é igual ou superior a 500 kW no Brasil). Após isso, reveja o contrato atual de fornecimento de energia, caso você sofra com alguma penalidade.

Aproveite para pesquisar a reputação das empresas comercializadoras de energia que atuam no mercado livre e solicite propostas comerciais. Analise as condições oferecidas por cada comercializador e considere vários aspectos. Após a pesquisa e a escolha do seu comercializador, negocie as condições contratuais e assine o contrato, garantindo que você entende todos os termos e condições.

Nesse momento você vai está a poucos passos de migrar para o mercado livre, então, agora envie uma solicitação formal de migração para a distribuidora local, incluindo o contrato assinado e informações cadastrais. 

Após a aprovação da distribuidora local, ela deve fazer a troca do medidor específico para o mercado livre. Após a instalação, inicie o fornecimento de energia do fornecedor que você escolheu e, por fim, você está oficialmente no mercado livre.

Ah, ainda não pode migrar para o mercado livre de energia?

Durante este artigo passamos pelos pontos principais de placa solar ou mercado livre de energia e qual deles dois seria a melhor opção para sua empresa, a fim de te informar para tomar a melhor decisão.

Porém, talvez a placa solar ou mercado livre de energia não seja uma alternativa para você no momento. Então, ficamos felizes em falar que a Sunne, é uma empresa que conecta usinas de energia limpa a sua empresa, bar ou condomínio, barateando a sua conta de luz. Logo, se sua última conta de energia veio superior a R$1.000, faça uma simulação e conte com até 20% de descontos. Sem taxa de adesão, simples e fácil para você!