Logotipo Original Sunne
paineis solares: entenda o que é o mercado livre de energia

Saiba o que é mercado livre de energia e suas vantagens e desvantagens

Entender o que é o mercado livre de energia pode ser interessante quando você se assusta com o valor da conta de luz de uma empresa que precisa ter ligado vários equipamentos como eletrodomésticos, lâmpadas, máquinas e instalações elétricas

Então, o valor super alto dessas contas de energia, se dá pelo fato de vários equipamentos de uma empresa precisarem ficar ligados por 24 horas por dia, 7 dias por semana, deixando a conta mais cara para as empresas, que poderia ser diferente do preço no mercado livre.

Caso você ainda não saiba o que é mercado livre de energia, vem com a gente. Neste artigo vamos explicar sobre o mercado livre de energia, como funciona, sua importância, além de explicar para você as vantagens e desvantagens. 

Homem jovem sorrindo segurando conta para As vantagens de ter energia solar na sua empresa

Vamos entender o que é mercado livre de energia

Como mercado livre de energia funciona para você compreender melhor como um local onde consumidores de energia elétrica, como empresas ou até mesmo indústrias, conseguem comprar energia elétrica de fornecedores de sua escolha e se tornar uma empresa mais sustentável

Ou seja, uma vez que estamos ainda presos a uma única concessionária de energia local, essas empresas têm a vantagem de simplesmente escolher qual é a melhor opção para elas, não estando mais limitadas a apenas uma única concessionária de energia elétrica e usufruir das vantagens e desvantagens do mercado livre.

Esse local ou ambiente é regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), obviamente com regras estabelecidas para compra e vendas de energia no mercado livre. 

Inclusive, a ANEEL atualiza a Resolução Normativa nº 1.000/2021 para confirmar e garantir os direitos dos consumidores de energia de alta tensão migrarem para o mercado livre de energia. 

Qual a importância do mercado livre de energia?

Já pensou na possibilidade de poder escolher de onde você quer que sua energia venha e escolher a melhor opção para sua empresa ou casa? 

A importância do mercado livre de energia se dá pela oportunidade de oferecer mais liberdade e vantagens para os consumidores. Isso permite que os consumidores comprem energia por meio de contratos bilaterais de curto a longo prazo.

Além disso, o mercado livre consegue proporcionar uma melhor previsibilidade dos custos da empresa com energia, pois o contrato pode ser negociado com preço fixo, indexando também um índice de inflação.

Portanto, reconhecendo a importância de um mercado livre, a partir de 2024, todos os consumidores de alta tensão terão acesso ao mercado livre de energia.

Como funciona o mercado livre de energia e como você pode obter vantagem

Pelo fato de ser possível negociar energia pelo mercado livre entre fornecedores, comercializantes e consumidores, já é uma bela vantagem. Mas, você quer saber como funciona o mercado livre, certo? Vamos te explicar!

Para comprar energia do mercado livre, acontece da seguinte forma: o consumidor busca pelos geradores e comercializadores de energia e fecham contratos de compra e venda. 

Esses comercializadores podem querer um contrato longo, afinal o preço no mercado livre é extremamente atraente para o consumidor. Mas, talvez, você esteja buscando algo mais curto e com um custo mais baixo.

É nesse momento que as negociações para chegar a um denominador comum em que seus objetivos e demandas são alcançadas, assim como os objetivos da outra parte, a do comercializador, também são alcançados.

Dependendo do contrato assinado e do tipo de energia contratada, o preço da energia pode variar bastante, por isso, é sempre bom ficar atento nas suas opções, além de saber as características do segmento para decidir qual será a melhor opção; afinal até os percentuais de desconto podem variar. 

O que nos leva para o próximo tópico: quem pode comprar no mercado livre de energia? 

Quem pode comprar no mercado livre de energia

Bem, no mercado livre de energia existem três tipos de consumidores: livres, especiais e varejistas…

  • O consumidor livre precisa ter, no mínimo, 2.000 kW de demanda contratada de energia originária de qualquer fonte de geração de energia;
  • Enquanto os consumidores especiais, o consumo deve ser igual ou maior que 500 kW e menor que 2.500 kW;
  • Os varejistas que são um novo tipo de consumidor demandam baixa carga de energia e são representados na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) por um Comercializador Varejista.

A energia comercializada no mercado livre é originária de fontes de energia limpa e renovável como: energia solar, eólica, biomassa ou hidrelétrica de empreendimentos iguais, ou inferiores a 50.000 kW.

A Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou, em março, o Projeto de Lei do Senado 232/2016 que institui um novo marco no setor elétrico. 

Essa PSL, prevê que em um prazo de 42 meses após a sanção da lei, todos os consumidores, independentes da carga ou da tensão usadas, poderão optar pelo mercado livre e decidirem qual energia limpa irão usar, o preço, modelo de contrato e o perfil de consumo. 

Contudo, temos uma boa notícia, o Ministério de Minas e Energia publicou a Portaria 50/2022, considerado um marco histórico para o mercado livre de energia, onde permite a abertura do mercado livre de energia para consumidores de alta tensão; lá será possível comprar energia elétrica de qualquer fornecedor.

Como o preço de energia no mercado livre é mais baixo

Bem, o mercado livre consegue oferecer preços mais baixos e acessíveis na conta de energia porque a energia é adquirida diretamente do fornecedor, fazendo com que o preço seja mais competitivo do que no mercado cativo (aquele onde as pessoas só tem uma opção de fonte de fornecimento de energia). 

Além disso, no mercado livre, o consumidor tem a liberdade de escolher entre diversos tipos de contratos. Afinal, apenas no ano de 2022, o mercado livre gerou uma economia de R$41 bilhões para os consumidores, conforme demonstrado no artigo da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel).

Outra coisa também de extrema importância que você precisa saber é que como o mercado livre de energia oferece várias vantagens de variedades, o ambiente é bem competitivo e os participantes conseguem negociar livremente todas as condições comerciais desde o fornecedor até o preço do pagamento. 

Assim também, as famosas bandeiras tarifárias (verde, amarela ou vermelha) que indicam para o consumidor se a energia custará mais cara, no mercado livre de energia, no mercado livre de energia, o consumidor não precisa se preocupar com elas, reduzindo o preço ainda mais.

Quais são as vantagens e desvantagens de comprar no mercado livre de energia?

A verdade é que o mercado pode ser benéfico tanto para quem compra quanto para quem vende. Para mostrar a você tanto as vantagens quanto as desvantagens, fizemos uma lista para você refletir se vale a pena para você e seu negócio.

As desvantagens

1. Riscos de mercado

Já que o preço da energia elétrica é negociado na bolsa de valores, esses preços podem sofrer variações imprevisíveis que podem afetar a parte financeira da sua empresa

2. Complexidade dos contratos

Os contratos de negociação no mercado livre de energia podem ser complexos e exigir uma compreensão jurídica longa. Isso por si só pode deixar os contratos e a escolha de fornecedores um pouco mais difícil.

3. Investimento de infraestrutura

Outra desvantagem é que empresas que querem entrar no mercado livre precisam investir na infraestrutura de medição, controle de energia elétrica, além de gestão de energia elétrica.

4. Exclusão de pequenos consumidores

Infelizmente, o mercado livre de energia não está disponível para residências ou pequenos comércios, limitando a possibilidade de escolha deles.

5. Falta de garantia de fornecimento

No mercado livre, apesar das empresas poderem escolher o fornecedor, o preço, a desvantagem é que nem sempre vão conseguir garantir um fornecimento de energia ininterrupto e estável.

Já as vantagens

1. Poder de escolha na palma da mão

Como já falamos anteriormente, a vantagem do mercado livre é a que o consumidor tem a liberdade de escolher os parceiros que for melhor para sua empresa, além de poder escolher a fonte, a duração do contrato, o preço, entre outras vantagens.

2. Competitividade 

A concorrência sempre será melhor para o consumidor. A alta competitividade da concorrência traz vantagens como a redução de preços e melhoria na qualidade do serviço. 

3. Cuidar do planeta

Os consumidores do mercado livre têm a vantagem de comprar energia limpa de fontes renováveis, contribuindo para a redução de impactos ambientais e emissão de gás carbônico, causando impacto positivo também para empresa aos olhos do público geral, sendo um modelo de empreendedorismo mais sustentável.

4. Previsibilidade 

Assim que o contrato é fechado, o consumidor consegue prever os custos de energia. Ah, mudanças ou revisões de tarifas não afetam o consumidor, já que os preços são estabelecidos em contrato antes.

O mercado livre de energia é um negócio inovador que impulsiona a transição energética

O mercado livre de energia tem suas vantagens e desvantagens. Entretanto, conhecer as vantagens e com isso conhecer outras possibilidades de oportunidade de investimento que são mais econômicas, flexíveis e previsíveis, é importante.

Se você quer ter todas essas vantagens e ainda fazer parte do futuro energético, tendo acesso a uma diminuição na conta de energia da sua empresa, entre em contato com a Sunne.

Somos uma empresa com visão revolucionária que quer facilitar ainda mais a sua vida fazendo você economizar na sua conta de energia.

Banner para incentivar a migração para o mercado livre de energia e ter energia livre

A primeira Inteligência Artificial do setor de energia!

Descubra em primeira mão como essa plataforma irá revolucionar o setor e os seus resultados.