Logotipo Original Sunne
Braço, lâmpada e um porquinho para artigo Taxa minima de luz: quem tem energia solar precisa pagar?

Descubra se quem tem energia solar precisa pagar taxa mínima de luz

Devido à taxa mínima de luz, muitos consumidores se perguntam porque não conseguem ter 100% de economia na conta de luz.

Mas, isso não é algo aleatório, essa taxa mínima de energia envolve todos os sistemas conectados à rede pública e quanto a isso, não existe escapatória nem mesmo quem aderiu à energia solar. 

No entanto, existe uma explicação para essa tarifa mínima ser cobrada e é sobre ela que vamos falar neste artigo. Para saber mais, continue a leitura que a Sunne vai explicar tudo!

O que é e como funciona a taxa mínima de luz?

A taxa mínima de luz é uma tarifa cobrada na conta de luz tanto de empresas quanto de residências, não importa o valor do consumo mensal.

Em outras palavras, é um valor cobrado pelas concessionárias de energia elétrica para garantir que todos os consumidores paguem pelo menos um valor mínimo de consumo de energia.

Essa taxa de energia elétrica é aplicada quando o consumo de energia elétrica é muito baixo, ou seja, quando o valor da conta seria inferior ao valor mínimo estabelecido pela concessionária.

E é importante ressaltar que a taxa mínima de energia é regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e varia de acordo com a região e a concessionária de energia elétrica. 

Essa taxa é aplicada quando o consumo de energia elétrica é muito baixo, ou seja, quando o valor da conta seria inferior ao valor mínimo estabelecido pela concessionária.

Outro ponto importante que precisamos esclarecer é que a tarifa mínima não é uma tarifa de energia elétrica, mas sim uma cobrança adicional que visa garantir a sustentabilidade financeira das concessionárias de energia elétrica. 

Caso o consumo de energia elétrica do consumidor ultrapasse o valor mínimo estabelecido, ele será cobrado pelo consumo excedente de acordo com a tarifa vigente.

Quem tem energia solar precisa pagar a taxa mínima?

Sim, quem tem energia solar precisa pagar a taxa mínima de luz. Isso ocorre porque a tarifa mínima não está relacionada ao consumo de energia elétrica da concessionária, mas sim à garantia de que todos os consumidores paguem pelo menos um valor mínimo de consumo de energia, independentemente do quanto tenham consumido no mês.

Portanto, mesmo que o consumidor tenha um sistema de energia solar instalado em sua residência e produza toda a energia elétrica que consome, ele ainda assim terá que pagar a taxa mínima de luz estabelecida pela concessionária de energia elétrica.

Inclusive, isso também se aplica a clientes que optaram pelo plano de assinatura de energia solar. Isso mesmo, a taxa de energia elétrica continua sendo aplicada, pois a rede elétrica é usada para a distribuição da compensação de créditos de energia solar.

É importante ressaltar que a taxa mínima de luz é regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e varia de acordo com a região e a concessionária de energia elétrica. 

Mas, em geral, o valor da taxa mínima de luz é calculado com base na potência contratada pelo consumidor, sendo a capacidade máxima de energia que ele pode consumir simultaneamente e é sobre isso que iremos falar no próximo tópico!

Simbolo eficiência energética para artigo Gestão de energia e eficiência energética para empresas

Como é calculada a taxa mínima de luz para quem tem energia solar por aluguel?

Como já falamos anteriormente, ninguém escapa da cobrança da taxa de energia elétrica, nem mesmo quem instala um sistema solar fotovoltaico ou assinantes de energia por assinatura.

Reforçando isso, a taxa mínima de luz para quem tem energia solar por aluguel é calculada da mesma forma que para os demais consumidores. 

Ou seja, a taxa de energia elétrica é calculada conforme o tipo de ligação que o consumidor possui (monofásica, bifásica ou trifásica), pois cada uma dessas ligações possuem um valor fixo da taxa mínima de energia.

  • 30 kWh, se monofásico ou bifásico a dois condutores; 
  • 50 kWh, se bifásico a três condutores;
  • 100 kWh, se trifásico.

Segundo a Resolução Normativa n.º1000/2021 da Agência de Energia Elétrica de Energia (ANEEL), o valor da disponibilidade do sistema elétrico corresponde ao valor da moeda corrente.

A Enel, concessionária de energia no estado do Ceará, por exemplo, ampliou o valor da tarifa mínima de luz das contas de energia, beneficiando cerca de 840 mil residentes do estado.

Isso significa que se o consumidor não atingir o teto de R$65 a partir do ano de 2022, teria a conta zerada naquele mês, mas poderia acumular para a fatura do mês seguinte, sem qualquer cobrança de juros.

Como é possível reduzir o valor da taxa mínima de luz?

Infelizmente, não é possível reduzir o valor da taxa mínima de luz, pois ela é uma cobrança estabelecida pela concessionária de energia elétrica e regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). 

No entanto, é possível adotar medidas para reduzir o valor da conta de energia elétrica, o que pode ajudar a compensar o valor da taxa de energia elétrica

Com algumas dessas medidas como a assinatura de energia que pode reduzir significativamente o valor da conta de energia elétrica, já que a energia produzida pelo sistema pode ser utilizada para suprir as necessidades do seu negócio.

Substituir lâmpadas incandescentes por lâmpadas LED que consomem menos energia elétrica do que as lâmpadas incandescentes, o que pode ajudar a reduzir o valor da conta de energia elétrica.

Desligar aparelhos eletrônicos quando não estiverem em uso, pois mesmo em modo standby ainda consomem energia elétrica; por isso, é importante desligá-los completamente quando não estiverem em uso.

Dê preferência a eletrodomésticos com selo Procel, pois consomem menos energia elétrica do que os demais, o que pode ajudar a reduzir o valor da conta de energia elétrica, aumentando sua eficiência energética.

E, por último, investir na manutenção de aparelhos de ar-condicionado sujos ou com filtros entupidos consomem mais energia elétrica do que os aparelhos limpos e bem conservados.

Na Sunne o cliente só paga pela energia que consome

Com a resposta à pergunta do título deste artigo, fica claro que, mesmo que você tenha energia solar, ainda precisa pagar a taxa mínima de luz.

Isso ocorre porque a taxa mínima de energia é cobrada pelo fato de sua empresa continuar conectada à rede de distribuição elétrica local, mesmo tendo um sistema de energia solar ou assinatura de energia.

No entanto, existem alternativas para quem deseja economizar na conta de luz sem precisar arcar com os custos de instalação de painéis solares. Uma delas é assinar um plano de energia solar por assinatura, como o oferecido pela Sunne.

Com a Sunne, você pode economizar na sua conta de luz, sem precisar investir em equipamentos ou obras. O processo é feito 100% online, sem mensalidade, sem obras e com planos personalizados para sua empresa.

Acesse agora o site da Sunne e saiba mais sobre como economizar na sua conta de luz com energia solar por assinatura.

Energia solar sem precisar investir em painéis solares? Venha fazer parte do futuro da energia. Fale agora com um dos nossos consultores

A primeira Inteligência Artificial do setor de energia!

Descubra em primeira mão como essa plataforma irá revolucionar o setor e os seus resultados.