Logotipo Original Sunne
Na imagem tem painéis solares da esquerda para a direita. Próximo às placas solares, existem algumas torres e ao fundo da imagem tem algumas montanhas, céu azul e sol brilhante para exemplificar o artigo sobre Descubra como funcionam as usinas de placas solares.

Descubra como funcionam as usinas de placas solares

As usinas solares são uma realidade mais corriqueira em muitas partes do mundo e entender como funcionam as usinas de placas solares hoje é extremamente importante se quer economizar dinheiro no fim do mês.

Isso porque essa realidade também está se tornando real no Brasil a cada dia que passa. Existem empresas hoje que optam por instalar placas solares ou até mesmo alugar energia solar para suas empresas.

Em breve as usinas de placas solares podem ganhar um papel tão importante quanto a energia hidrelétrica na matriz energética do país.

Portanto, se você quer saber como se tornar mais independente da energia elétrica fornecida pela concessionária local de energia, continue lendo este artigo. Vamos explorar como funcionam as usinas de placas solares, o que são usinas solares, os tipos de usinas fotovoltaicas, suas vantagens e como economizar energia para poder investir em outros espaços da sua empresa.

O que são usinas solares?

Vamos começar esclarecendo o que são usinas solares para que assim entenda como funciona as usinas de placas solares.

Então, as usinas solares são grandes centrais geradoras que captam a luz do Sol para transformar em energia elétrica. Essas instalações são especificamente criadas e projetadas para a produção, geração e comercialização de energia elétrica que será distribuída pela rede elétrica por meio das linhas de transmissão.

Sabe aquelas placas solares que você pode ver nos telhados das casas? Funcionam da mesma forma, porém essas usinas funcionam em proporções maiores, já que o objetivo dessas usinas produzir uma quantidade absurdamente maior de energia em alta tensão.

Portanto, para resumir o que são usinas solares o que difere elas da geração de energia por meio de placas solares residenciais é justamente sua capacidade de obter uma grande quantidade de energia gerada pela luz solar completamente ecológico que será distribuída para os consumidores, sem poluir o meio ambiente, o que é mais importante nesse tipo de geração de energia.

Segundo um estudo Grandes Usinas Solares 2020 feito pela Greener, existem hoje no país 105 usinas solares funcionando e o Brasil possui mais de 13GW de novas usinas solares já construídas ou que ainda serão construídas. Para entender como essas usinas de placas solares funcionam, continue lendo que vamos explorar esse assunto logo abaixo.

Como funciona as usinas de placas solares

O crescimento da energia solar no Brasil cresce a cada ano, por exemplo, em 2022, existiam no Brasil cerca de 1,2 milhão de pontos de geração distribuída de energia solar, que é justamente esse tipo de instalação domiciliar de placas solares. 

Da forma como as usinas de placas solares funcionam acontece mediante painéis formados pelo aglomerado de células fotovoltaicas. Essas células são feitas de materiais semicondutores que podem absorver a luz solar, que convertem a luz do Sol em energia elétrica. 

Caso ainda não tenha entendido como funcionam as usinas de placas solares, vamos explicar em 5 passos como ela funciona:

  • A luz solar, cheia de fótons, incide sobre os painéis solares feitos de células fotovoltaicas;
  • Quando os fótons atingem as células fotovoltaicas despertam os elétrons no silício, que é um material semicondutor, gerando a corrente contínua (CC);
  • A corrente contínua (CC) é, então, passa pela conversão em corrente alternada, compatível com a maioria dos eletrônicos. Esse processo acontece através dos inversores solares que são aparelhos que recebem a corrente contínua em corrente alternada;
  • Após essa transformação a eletricidade é injetada no local de geração, para suprir a demanda de energia da usina, mas quando conectado a rede elétrica qualquer excesso pode ser injetado lá;
  • Quando essa energia elétrica gerada pelas placas solares, ela se mistura com outras energias geradas por outros meios e é distribuída para os consumidores através da concessionária local de distribuição de energia.

De uma forma mais resumida ainda, as usinas de placas solares funcionam por meio da captação da energia solar com o uso de painéis solares fotovoltaicos e termossolares (vamos falar mais sobre isso em breve). 

Embora apresente desvantagens, a energia solar é uma fonte de energia limpa e sustentável, que apresenta muito mais vantagens, como economizar energia sendo apenas uma delas.

Conheça os tipos de usinas fotovoltaicas

Para começar os tipos de usinas fotovoltaicas é diferente de sistemas de energia solar, uma vez que o primeiro são configurações e aplicações de usinas solares em grande escala. 

Usinas solares de grande escala, usinas solares flutuantes, usinas solares em telhados, usinas solares em pequena escala e usinas integradas em prédios e comércios são exemplos dos tipos de usinas fotovoltaicas e cada uma delas tem características específicas em termos de tamanho, localização e aplicação.

Já sabemos como funcionam as usinas de placas solares, agora vamos explorar os principais tipos de usinas fotovoltaicas e o que caracteriza cada uma delas. 

Usinas solares de grande escala

Essas usinas são projetadas para gerar eletricidade em larga escala e para isso elas cobrem grandes áreas de terra para comportar a quantidade de painéis solares. Inclusive, elas podem se movimentar conforme a posição do Sol e possuem conexão à rede elétrica para distribuir energia para vários consumidores

Usinas solares flutuantes

Estudo revela que se apenas 1% dos corpos d’água de represas artificiais tivesse usinas solares flutuantes, o país geraria energia elétrica limpa suficiente para atender 16% do consumo no país

Nessas usinas a placas solares ficam sob a água de represas, lagos ou reservatórios, além de não ocupar espaço no meio urbano, esse tipo de usina fotovoltaica pode ser resfriado pela água aumentando sua eficiência.

Usinas Solares de telhado

Essas usinas são instaladas nos telhados dos edifícios comerciais, industriais ou até mesmo residenciais, para aproveitar ao máximo o espaço disponível. Com esse tipo de usina fotovoltaica, os moradores conseguem gerar sua própria eletricidade, ajudando a economizar energia da concessionária local.

Caso tenha sido produzida mais energia do que o necessário, esse excesso pode ser direcionado de volta para a rede elétrica como pode ser apenas armazenada.

Essas são apenas 3 tipos de usinas fotovoltaicas, mas ainda tem as usinas solares em pequena escala, comuns em zonas rurais ou locais remotos; e as usinas solares integradas em edificações, que já são incluídas nos projetos de arquitetura para serem integradas nos edifícios sem ocupar espaço.

Quais as vantagens das usinas solares?

Através da captação da luz solar para gerar eletricidade é como funcionam as usinas de placas solares e isso tem algumas vantagens. Algumas das principais são as várias possibilidades de como economizar energia, ainda ser uma fonte de energia limpa e renovável, fáceis de manter e ocupam pouco espaço.

Além disso, a energia solar é a fonte de energia mais barata, caso ainda não sabia. Entretanto, precisamos lembrar que usinas solares fotovoltaicas possuem um custo muito alto e uma baixa produtividade em comparação com as usinas termelétricas.

Porém, as usinas de placas solares podem chegar a durar até 25 anos. O que torna esse investimento inicial um pouco salgado para o seu bolso, de fato, se pagar completamente; inclusive, a indústria solar gera empregos em várias etapas, contribuindo para o crescimento econômico da região.

4 dicas para economizar energia

A produção de energia de fontes renováveis tem crescido nos últimos anos, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Absolar) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em 2021, por exemplo, a fonte solar estava na casa de 14.154MW de potência instalada.

Aprender como economizar energia é uma decisão estratégica, já que os gastos com a conta de luz podem impactar e muito tanto no orçamento das empresas quanto nos orçamentos domésticos, principalmente, quando as bandeiras tarifárias mudam ao longo do ano.

Para ficar mais simples para você, vamos trazer 4 dicas simples que podem te ajudar a economizar dinheiro no final do mês.

1.  Eficiência energética

Fazer boas escolhas também está na escolha de lâmpadas mais econômicas, desligar aparelhos eletrônicos quando não estiverem em uso.

2. Seja consciente ao usar energia

Apague as luzes quando sair de um cômodo, aproveite a luz natural, tenha atenção na temperatura do ar-condicionado, tire os aparelhos em modo de standby.

3. Monitore o seu consumo de energia

Pois isso permite que você acompanhe em tempo hábil quanta energia está sendo usada e identificar as áreas onde pode economizar energia e evitar desperdícios.

4. Aluguel de energia solar

Assegurado pela Leia 14.300, é possível contratar energia solar por assinatura. Isso significa que você não precisa comprar um sistema solar, mas pode aproveitar os benefícios da energia solar, podendo conseguir desconto médio na conta de luz de até 20% de desconto.

É como assinar um serviço de streaming só que dessa forma, você reduz os custos de eletricidade e contribui para um ambiente mais sustentável.

Se você chegou até aqui, já sabe como funcionam as usinas de placas solares e já deve ter entendido que a economia de energia é uma preocupação global importante, e todos nós podemos desempenhar um papel na redução do consumo de energia. 

Ao implementar medidas de eficiência energética, adotar práticas conscientes de uso de energia e considerar opções como o aluguel de sistemas de energia solar, podemos contribuir para um futuro mais sustentável.

Quer saber mais sobre como economizar energia e adotar práticas sustentáveis? Clique aqui para fazer uma simulação do quanto sua empresa pode economizar. Juntos, podemos fazer a diferença e construir um mundo mais eficiente e ambientalmente responsável. Vamos começar a economizar energia hoje mesmo!