Logotipo Original Sunne
Fazenda de painéis solares para artigo Arrendar terra para energia solar vale a pena? Descubra!

Vale a pena arrendar terra para energia solar como investimento?

Com a popularização das fontes de energia renováveis, arrendar terra para energia solar está se tornando uma alternativa lucrativa para quem deseja se beneficiar com a geração distribuída de energia limpa.

Alugar terreno para energia solar, além de ser um investimento com retorno financeiro rápido, é também uma forma que muitas pessoas encontram de tornar aquele terreno “produtivo” enquanto não possui construções.

Neste artigo, vamos esclarecer as dúvidas sobre o que significa arrendar terra para energia solar, como funciona e suas principais vantagens de fazer isso!

Então, se quer saber se o arrendamento de terra para a energia solar vale a pena, continue lendo este artigo.

O que é arrendamento de terra para energia solar?

Imagine a seguinte situação: sabendo que é interessante investir na compra de terrenos por terem uma valorização maior ao longo do tempo, possui um terreno que é, em tese, improdutivo.

Ou seja, não tem nenhuma construção ou talvez você não queira focar nisso nesse momento. Entretanto, percebe que pode obter lucro ao alugar terreno para energia solar, no caso, para a geração de energia solar. 

Logo, o arrendamento de terra para energia solar é um acordo em que uma empresa de energia solar aluga um terreno de um proprietário para instalar painéis solares e gerar eletricidade.

Dessa forma, o proprietário do terreno recebe uma compensação financeira pelo uso da terra, enquanto a empresa de energia solar obtém um local para instalar seus painéis e gerar energia renovável. É um negócio benéfico para todas as partes envolvidas.

Então, arrendar terra para energia solar é uma forma popular de desenvolvimento de projetos solares, pois permite que as empresas de energia solar evitem os altos custos de aquisição de terras e se concentrem em instalar e operar seus sistemas solares. 

Além disso, pode ser uma fonte de renda adicional para proprietários de terras que possuem áreas que não estão sendo utilizadas para outros fins.

Os termos do arrendamento de terras para energia solar podem variar, mas geralmente incluem uma taxa de aluguel anual, um prazo de arrendamento e cláusulas de rescisão.

É importante que os proprietários de terras consultem um advogado especializado em energia solar antes de assinar um contrato de arrendamento para garantir que seus interesses sejam protegidos.

Como o arrendamento de terras para energia solar funciona?

Arrendar terra para energia solar funciona através de um acordo entre uma empresa de energia solar e um proprietário de terra.

No caso, a empresa de energia solar aluga uma área de terra do proprietário para instalar painéis solares e gerar eletricidade. Em troca do uso da terra, o proprietário recebe uma compensação financeira, geralmente na forma de uma taxa de aluguel anual.

A participação do proprietário do terreno se limita a apenas a isso; pois após a instalação dos painéis solares, a empresa de energia solar é responsável pela operação e manutenção do sistema, bem como pela venda da eletricidade gerada para a rede elétrica.

A empresa de energia solar pode ter um contrato de longo prazo com uma concessionária de energia elétrica para vender a eletricidade gerada pelo sistema.

O arrendamento de terra para energia solar pode ser uma opção atraente para proprietários de terras que possuem áreas que não estão sendo utilizadas para outros fins, pois pode gerar uma fonte de renda adicional.

Além disso, a instalação de painéis solares em terras ociosas pode ajudar a promover a energia renovável e reduzir a dependência de combustíveis fósseis.

As vantagens e desvantagens de arrendar terra para energia solar

Muitas empresas buscam alugar terreno para energia solar e isso dá ganho extra a agricultores no país, podendo dar retorno até superiores aos obtidos através do cultivo, mas essa é apenas uma das vantagens. Confira abaixo as vantagens e desvantagens de arrendar terreno para energia solar.

Vantagens de arrendar terra para energia solar

Fonte de renda adicional

O arrendamento de terras para energia solar pode gerar uma fonte de renda adicional para proprietários de terras que possuem áreas que não estão sendo utilizadas para outros fins. 

A taxa de aluguel anual pode variar dependendo da localização, tamanho da área e outros fatores, mas geralmente é uma fonte estável de renda.

Uso da terra ociosa

A instalação de painéis solares em terras ociosas pode ajudar a promover a energia renovável e reduzir a dependência de combustíveis fósseis.

Além disso, o uso da terra para energia solar pode ajudar a preservar a biodiversidade e a paisagem natural, pois impede o uso da terra para outros fins, como agricultura ou construção.

Baixo risco

O proprietário da terra não precisa investir em equipamentos ou tecnologia para gerar eletricidade solar, pois a empresa de energia solar é responsável pela instalação, operação e manutenção do sistema.

Isso significa que o proprietário não assume o risco de investimento em tecnologia solar.

As desvantagens de arrendar terra para energia solar

Perda de controle da terra

O proprietário da terra perde o controle da área arrendada para a empresa de energia solar durante o período de arrendamento. Isso significa que o proprietário não pode usar a terra para outros fins durante esse período.

Impacto visual

A instalação de painéis solares pode afetar a paisagem natural e a estética da área. Isso pode ser uma preocupação para proprietários de terras que valorizam a aparência da paisagem natural.

Riscos ambientais

A instalação de painéis solares pode ter um impacto ambiental negativo, como a remoção da vegetação natural e a perturbação da fauna local. No entanto, a maioria das empresas de energia solar tem políticas ambientais rigorosas para minimizar esses impactos.

Riscos financeiros

O proprietário da terra pode enfrentar riscos financeiros se a empresa de energia solar não cumprir os termos do contrato de arrendamento ou se a demanda por energia solar diminuir. 

É importante que os proprietários de terras consultem um advogado especializado em energia solar antes de assinar um contrato de arrendamento para garantir que seus interesses sejam protegidos.

Qual a base de cálculo do valor do arrendamento?

Agora que sabe o que é, como funciona e as vantagens e desvantagens de arrendar terra para energia solar, você deve estar se perguntando como ou, pelo menos, qual a base de cálculo do valor ao fazer o arrendamento de terra para energia solar.

A base de cálculo do valor de alugar terreno para energia solar é o potencial de geração de energia do terreno. Esse potencial é determinado por uma série de fatores, como a área do terreno, a inclinação do terreno, a quantidade de horas de sol e a proximidade da rede elétrica.

Para calcular o potencial de geração de energia, é utilizado um software especializado que leva em consideração todos esses fatores. O valor do arrendamento é então calculado com base nesse potencial, acrescido de uma margem de lucro para o proprietário da terra.

Em geral, o valor do arrendamento de terras para energia solar é calculado por hectare. O valor por hectare varia de acordo com a região do país, o potencial de geração de energia do terreno e a demanda por energia solar.

Por exemplo, no Brasil, o valor médio de alugar terreno para energia solar é de R$2.000,00 por hectare. No entanto, esse valor pode variar de R$1.000,00 a R$5.000,00 por hectare.

Além disso, o contrato de arrendamento pode incluir cláusulas adicionais que afetam o valor do arrendamento, como ajustes de inflação, pagamentos antecipados ou bônus de assinatura.

Por isso, é importante que os proprietários de terras consultem um advogado especializado em energia solar antes de assinar um contrato de arrendamento para garantir que os termos do contrato sejam justos e que seus interesses sejam protegidos.

Quando vale a pena arrendar terra para energia solar?

Depois do que vimos até agora, vale a pena arrendar terra para energia solar quando o valor do arrendamento é superior aos custos de oportunidade do terreno. 

Os custos de oportunidade são os ganhos que o proprietário da terra poderia ter se utilizasse o terreno para outra finalidade. Portanto, preparamos alguns itens que você pode analisar e verificar se bate com seus objetivos.

Maximizar a renda com a terra

Se o seu objetivo principal é maximizar a renda com a terra, o arrendamento de terras para energia solar pode ser uma opção atraente. 

O valor do arrendamento pode variar dependendo de vários fatores, como a localização da terra, o tamanho da área arrendada, a qualidade do solo, a disponibilidade de infraestrutura e a demanda por energia solar na região. 

Antes de assinar um contrato de arrendamento, é importante que os proprietários de terras consultem um advogado especializado em energia solar para garantir que os termos do contrato sejam justos e que seus interesses sejam protegidos. 

Além disso, é importante considerar os riscos e desvantagens do arrendamento de terra para energia solar, como a perda de controle da terra e o impacto visual.

Contribuir para a energia renovável

Se o seu objetivo principal é contribuir para a energia renovável, o arrendamento de terras para energia solar pode ser uma forma de promover a energia limpa e reduzir a dependência de combustíveis fósseis.

Além disso, a instalação de painéis solares em terras ociosas pode ajudar a preservar a biodiversidade e a paisagem natural, pois impede o uso da terra para outros fins, como agricultura ou construção.

No entanto, é importante considerar os riscos e desvantagens de arrendar terra para energia solar, como o impacto visual e os riscos ambientais. 

É importante que os proprietários de terras consultem um advogado especializado em energia solar antes de assinar um contrato de arrendamento para garantir que os termos do contrato sejam justos e que seus interesses sejam protegidos.

Diversificar investimentos

Se o seu objetivo principal é diversificar seus investimentos, arrendar terra para energia solar pode ser uma opção atraente.

O arrendamento de terra para energia solar pode gerar uma fonte de renda adicional e pode ser uma forma de investir em energia renovável.

No entanto, é importante considerar os riscos e desvantagens do arrendamento de terra para energia solar, como a perda de controle da terra e o impacto visual. 

É importante que os proprietários de terras consultem um advogado especializado em energia solar antes de assinar um contrato de arrendamento para garantir que os termos do contrato sejam justos e que seus interesses sejam protegidos.

Arrendar terra para energia solar pode ser muito rentável

Arrendar terras para energia solar é um investimento que pode ser bastante rentável, com retorno financeiro garantido em contratos que podem durar anos. 

No entanto, é importante considerar alguns fatores antes de tomar uma decisão, como a localização do terreno, a segurança jurídica e os incentivos fiscais.

Para os clientes da Sunne, que buscam economizar na conta de energia elétrica, a opção de assinar um plano de energia solar por assinatura é uma alternativa interessante. 

O processo de assinatura é feito 100% online, com planos flexíveis, sem obras nem mensalidade. Para saber mais, acesse o site da Sunne.

Faça como a Mob que já economizou R$303,747 em 26 meses apenas usando energia solar por assinatura! Entre em contato e cuidamos do resto

A primeira Inteligência Artificial do setor de energia!

Descubra em primeira mão como essa plataforma irá revolucionar o setor e os seus resultados.