Logotipo Original Sunne
Mãos segurando raspas de madeira, ou seja, matéria orgânica para exemplificar artigo sobre Descubra se a energia biogás é limpa e como ela é produzida energia biogás é limpa

Descubra se a energia biogás é limpa e como ela é produzida

Você já parou para pensar se a energia biogás é limpa, ou seja, uma fonte renovável? Completamente compreensível quando somos diariamente bombardeados por tipos novos de energia que oferecem várias vantagens e desvantagens, não são terríveis, pelo contrário.

O biogás é uma fonte de energia renovável que tem ganhado destaque nos últimos anos. Trata-se de um combustível, mas como o biogás é produzido, então? Bem, a partir da fermentação de matéria orgânica, como resíduos agrícolas, fezes de animais, lodo de esgoto e lixo doméstico.

Por isso, o uso de biogás vem se mostrando como um tipo de energia limpa e sustentável para a geração de energia, seja ela elétrica, térmica ou até mesmo como combustível para veículos.

Para que você não tenha mais dúvidas se a energia biogás é limpa, o conceito por trás do que ela é, como é produzida, além de discutir as vantagens e desvantagens da energia biogás como alternativa e diversificação da nossa matriz energética.

Se continua aqui, imaginamos que você queira conhecer mais sobre a energia do biogás e o que ele pode fazer por você num futuro próximo, continue lendo o nosso artigo que vamos explicar tudo!

Saiba o que é biogás

A quantidade de fontes de energia renováveis que o Brasil tem à disposição vai desde energia eólica (onshore e offshore), energia solar e bioenergia, colocam o país numa posição favorável e aberto para oportunidades. 

Substituir energia suja, derivada da queima de combustíveis fósseis, pela energia do hidrogênio que é 100% renovável obtida a partir do biogás usando os mesmo processos e estruturas já existentes, aumentando a competitividade, é o caminho ideal para uma sociedade mais sustentável.

Na sua casa ou na sua empresa, sempre é gerado algum tipo de resíduo orgânico, não importa se são sólidos ou não, isso realmente não vai fazer muita diferença.

Pois, como falamos anteriormente, o biogás é um combustível produzido a partir da decomposição desses materiais orgânicos, seja ele de origem vegetal ou animal, por bactérias em um ambiente sem oxigênio, chamado de digestor anaeróbio.

Durante a decomposição dessa matéria, os microorganismos presentes liberam gases, sendo o principal deles o componente do metano (CH₄), altamente inflamável e alto potencial energético, por isso ele é tão importante e valioso.

Além do biogás ser uma energia limpa e renovável, uma das vantagens que do biogás é a contribuição para a redução de resíduos orgânicos e também com a poluição ambiental, transformando algo que é descartado como lixo em algo capaz de gerar energia e de bônus diminuir os gastos com energia. 

Os tipos de biogás

Agora que você entende como o biogás é produzido, é interessante observar como algo aparentemente insignificante pode se transformar e uma valiosa fonte de energia. Então, vamos falar um pouco sobre os tipos de biogás que temos disponíveis hoje, vamos dar atenção aos 3 principais.

Biogás bruto 

O primeiro é o biogás bruto, também conhecido como biogás não tratado. Ele é resultado diretamente da decomposição da matéria orgânica. A sua composição pode variar e conter metano (CH₄) em torno de 50-70%, dióxido de carbono (CO₂) em torno de 30-50% e pequenas quantidades de outros gases, como nitrogênio (N₂), oxigênio (O₂) e traços de compostos sulfurados.

Biogás purificado

Já o biogás purificado não é nada mais do que o biogás bruto, mas que passou por um processo de purificação para remover impurezas, como o dióxido de carbono (CO 2), água, compostos de sulfurados e outros gases. Esse processo de purificação deixa o biogás bruto muito mais concentrado de metano, geralmente acima dos 90%.

Então, quando o biogás tá purificado, ele pode ser usado diretamente como combustível para usos específicos ou pode ser transformado em biometano.

Biometano

Após passar pelo processo adicional de purificação, o biogás consegue atingir uma concentração de metano de até 97% a 99%. Uma das vantagens do biogás quando se transforma em biometano é que a qualidade remete ao do gás natural, derivado de combustíveis fósseis e ainda pode ser injetado direto no sistema de distribuição de gás natural. 

Como o biogás é produzido

Assim como o hidrogênio verde, o biogás tem vantagens e desvantagens, mas com certeza a energia biogás é limpa e está ganhando a cada dia um papel de destaque no mercado de energias renováveis; já que essa energia surge da decomposição de resíduos.

Para que você entenda como essa energia limpa do biogás é produzida, vamos começar pelo início. Sabemos como o biogás é produzido, caso não lembre, através da decomposição de materiais orgânicos desde dejetos e resíduos agrícolas. 

Mas, a produção do biogás acontece no biodigestor que nada mais é do que um compartimento fechado onde acontece a decomposição. Existem hoje vários tipos de biodigestores, mas cada um tem um objetivo diferente dependendo dos tipos diferentes de resíduos coletados no meio rural.

Então, no biodigestor a decomposição de matéria orgânica acontece em um ambiente criado favorável para o desenvolvimento de bactérias anaeróbicas. Enquanto isso acontece, as bactérias trabalham fazendo a decomposição desse material e liberam gás composto (metano e dióxido de carbono, principalmente).

Após isso o biogás é levado para uma unidade de tratamento onde é removido, assim como outros contaminantes, deixando praticamente apenas o gás metano e ar. Embora a decomposição que conhecemos possa ser um processo desagradável, é surpreendente como a energia biogás resultante é uma opção limpa e sustentável.

Por exemplo, os resíduos formados no biodigestor é usado como fertilizante agrícola, ajuda na redução de emissão de gases do efeito estufa e gera energia limpa de uma forma, ora veja só, também limpa contribuindo para o desenvolvimento sustentável.

A geração de energia elétrica por biogás

Acreditamos que já estabelecemos o que é biogás, certo? Mas, agora, como o biogás se transforma em energia elétrica? Se também está curioso sobre como o biogás se converte em energia elétrica, continue lendo o artigo!

Após a decomposição, onde o biogás após passar pelo último processo de limpeza para retirar os gases indesejados, é direcionado para um motor de combustão interna, onde é queimado para produzir calor.

Em seguida, esse calor é utilizado para gerar vapor, responsável por movimentar as pás de uma turbina acoplada a um gerador elétrico. O movimento dessas pás com a passagem desse gás, gera energia elétrica que pode ser distribuída em residências, indústrias ou em outros locais onde ainda não tem energia.

As vantagens e desvantagens da energia biogás

Que a energia biogás é limpa não temos como argumentar contra, mas assim como tudo que existem a energia biogás oferece vantagens e desvantagens.

Vantagens

  • Enquanto houver resíduos orgânicos, o biogás será produzido;
  • Redução de resíduos e ajuda na solução de problemas ambientais;
  • Redução na emissão de gases causadores e agravadores do efeito estufa;
  • O biogás pode ser produzido em pequena escala, permitindo uma geração de energia mais descentralizada. 

Desvantagens

  • A produção de biogás é afetada pela disponibilidade de resíduos e também por fatores sazonais;
  • Talvez o investimento inicial na produção de biogás possa ser uma desvantagem para pequenos produtores ou comunidades com recursos limitados;
  • A energia biogás é limpa e menos poluente do que os combustíveis fósseis, mas se houver um manuseio incorreto, o gás metano pode vazar para a nossa atmosfera;
  • Nem todo gás produzido tem potencial energético, pois podem ocorrer perdas durante o processo de conversão e distribuição.

Antes de investir na energia biogás, é importante estar alerta a todas as vantagens e desvantagens da energia biogás, para que você possa analisar a viabilidade e os possíveis impactos ambientais da energia biogás em todos os cenários possíveis.

Energia de biogás limpa avança a cada dia

A energia biogás é limpa, assim como a solar e eólica, por exemplo, está conquistando seu espaço mais do que imaginamos ou conseguimos mensurar nesse momento, com avanços importantes.

Por exemplo, recentemente, na verdade, no início deste ano, o banco BNDES, investiu R$80 milhões para uma unidade produtora de biogás e energia elétrica no Mato Grosso, talvez esse futuro esteja acontecendo mais rápido do que se imagina.

Mas, você pode começar sua jornada sustentável com o aluguel de energia solar aqui na Sunne, onde você não precisa fazer nenhum investimento financeiro inicial muito menos gastar dinheiro com instalação de qualquer tipo de sistema!