Logotipo Original Sunne
Símbolos de economia acima de painel para Como funciona transferência dos créditos de energia solar

Saiba como funciona a transferência de créditos de energia solar

Um das grandes dúvidas de quem tem painéis solares é como transferir os créditos de energia solar. De uma forma mais simples, a dúvida é, se caso for gerado mais energia do que é necessário, como dividir o excesso com outra pessoa.

A energia solar se tornou bastante popular e acessível em 2012, com a antiga Resolução Normativa n.º 482/2012 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), recentemente atualizada na Resolução Normativa n.º 1.059/2023, onde permitiu que os consumidores gerassem sua própria energia através de sistemas fotovoltaicos.

Com isso, pode ter a transferência dos créditos de energia solar, sim, ser compartilhados ou fazer a compensação através do sistema de compensação. Mas, isso não é exatamente uma coisa fácil ou simples de se fazer.

Para entender mais como fazer esse compartilhamento de créditos de energia solar, continue lendo. Ao longo deste artigo vamos esclarecer o que são esses créditos, como eles funcionam e, principalmente, como fazer essa transferência dos créditos de energia solar.

O que são créditos de energia solar?

Quando você instala um sistema de energia solar fotovoltaico, esse sistema é conectado a rede elétrica da concessionária local. Então, você possui o direito de ter a compensação de créditos de energia solar.

Isso significa que sempre que se o seu sistema fotovoltaico gerar mais energia do que a sua propriedade consome, esse excedente é injetado na rede elétrica e em troca você passa a receber créditos de energia solar.

A energia injetada na rede elétrica, é uma espécie de “empréstimo” que você faz para a concessionária local, para o sistema de compensação e em troca é gerado os créditos.

Como funcionam os créditos de energia solar?

Os créditos de energia solar, também conhecidos como sistema de compensação, funcionam de acordo com o sistema de geração distribuída. 

Como falamos antes, quando um sistema de energia solar fotovoltaica gera mais eletricidade do que o consumidor necessita, o excedente é injetado na rede elétrica e convertido em créditos de energia solar. 

Esses créditos podem ser utilizados para abater o consumo de eletricidade da unidade consumidora em momentos em que a geração solar não é suficiente, como à noite.

O funcionamento dos créditos de energia solar varia de acordo com a legislação local, mas, em geral, os créditos têm validade de 5 anos e podem ser transferidos para outras unidades consumidoras do mesmo titular dentro da mesma área de concessão. 

Além disso, a quantidade de créditos gerados é calculada com base na diferença entre a energia injetada na rede e a energia consumida da rede, e a compensação é feita de acordo com a tarifa vigente.

Em resumo, eles permitem que os consumidores que geram sua própria eletricidade a partir de sistemas fotovoltaicos reduzam sua conta de luz, tornando a energia solar uma opção economicamente atraente e sustentável.

Quem pode transferir créditos de energia solar?

Mas, como falamos no início, esse processo de transferência dos créditos de energia solar não é tão simples, mas não é impossível. Contudo, existem algumas regras que precisam ser seguidas, como os consumidores que podem fazer essa transferência.

No sistema de compensação de energia, os créditos de energia solar podem ser transferidos para outras unidades consumidoras do mesmo titular dentro da mesma área de concessão.

Isso significa que apenas o titular da unidade consumidora que gerou os créditos pode transferi-los para outras unidades de sua propriedade.

Além disso, é importante verificar a legislação local para entender as regras específicas sobre a transferência de créditos.

Em alguns casos, pode haver restrições quanto ao número de unidades consumidoras que podem receber créditos de uma mesma fonte geradora, ou limitações quanto à distância entre as unidades.

Faça como a Mob que já economizou R$303,747 em 26 meses apenas usando energia solar por assinatura! Entre em contato e cuidamos do resto

Como acontece a transferência créditos de energia solar?

A transferência dos créditos de energia solar, ou sistema de compensação de energia, geralmente ocorre por meio de um processo administrativo junto à concessionária de energia elétrica.

O titular da unidade consumidora que gerou os créditos de energia solar pode solicitar a transferência desses créditos para outras unidades de sua propriedade que estejam dentro da mesma área de concessão.

O processo de transferência pode variar de acordo com a legislação local, mas, geralmente, o titular deve solicitar a transferência à concessionária, que irá realizar a análise e, se aprovada, atualizar os registros para que os créditos de energia solar sejam utilizados na unidade consumidora de destino. 

É importante ressaltar que a transferência dos créditos de energia solar está sujeita a regras e limitações estabelecidas pela legislação e pela concessionária.

Além disso, é fundamental que o sistema de medição esteja devidamente configurado para registrar a geração e a compensação de créditos energia solar, garantindo a correta contabilização dos créditos transferidos.

Requisitos e limitações para transferência de créditos de energia solar

Os requisitos e limitações para transferência dos créditos de energia solar podem variar de acordo com a legislação local e as regras estabelecidas pela concessionária de energia elétrica. 

No entanto, existem algumas exigências e limitações comuns que devem ser observadas, tais como:

  • Os créditos de energia solar só podem ser transferidos para outras unidades consumidoras do mesmo titular, ou seja, do mesmo CPF ou CNPJ;
  • As unidades consumidoras de destino devem estar localizadas na mesma área de concessão da unidade geradora dos créditos;
  • As unidades consumidoras de destino devem ter o mesmo tipo de instalação elétrica da unidade geradora dos créditos, ou seja, monofásica, bifásica ou trifásica;
  • As unidades consumidoras de destino devem estar no mesmo grupo tarifário da unidade geradora dos créditos;
  • Em alguns casos, pode haver um limite máximo de potência que pode ser transferido para as unidades consumidoras de destino;
  • Pode haver um limite máximo de unidades consumidoras que podem receber créditos de uma mesma fonte geradora;
  • Os créditos de energia solar têm um prazo de validade, que pode variar de acordo com a legislação local;
  • É importante que os registros de medição estejam atualizados e configurados corretamente para registrar a geração e a compensação de energia.

Em resumo, os requisitos e limitações para transferência de créditos de energia solar podem variar de acordo com a legislação local e as regras estabelecidas pela concessionária de energia elétrica.

Mas, em geral, envolvem restrições quanto ao titular, área de concessão, tipo de instalação, grupo tarifário, potência, número de unidades consumidoras e prazo de validade.

Vantagens da transferência de créditos de energia solar

A transferência de créditos de energia solar oferece várias vantagens, como a possibilidade dos proprietários de sistemas de energia solar consigam aproveitar ao máximo a geração excedente de seus sistemas, uma vez que os créditos de energia solar podem ser transferidos e utilizados em outras unidades consumidoras de sua propriedade.

A transferência de créditos de energia solar pode resultar em uma redução significativa nos custos com eletricidade para as unidades consumidoras de destino, uma vez que os créditos podem ser utilizados para abater o consumo de eletricidade.

Outra vantagem da transferência de créditos de energia solar no incentivo da geração distribuída, uma vez que permite que os proprietários de sistemas de energia solar compartilhem os benefícios de sua geração excedente com outras unidades consumidoras de sua propriedade.

Além disso, proporciona flexibilidade aos proprietários de sistemas de energia solar, uma vez que lhes permite utilizar os créditos de energia solar em outras unidades consumidoras de sua propriedade, de acordo com suas necessidades de consumo.

A transferência de créditos de energia solar contribui também para a promoção da sustentabilidade, uma vez que incentiva o uso de energia solar e a redução da dependência de fontes de energia não renováveis.

Os créditos de energia solar é uma forma de democratizar o acesso à energia solar

A transferência de créditos de energia solar é uma ótima opção para quem deseja economizar na conta de luz sem precisar arcar com os custos de instalação de um sistema solar fotovoltaico.

Através desse modelo, o cliente assina um plano de energia por assinatura com uma empresa como a Sunne, que faz a intermediação entre usinas solares e consumidores.

Ao assinar um plano de energia solar da Sunne, o cliente não precisa arcar com os custos de instalação de painéis solares, o que pode representar uma economia significativa na sua conta de luz.

Além disso, o cliente também contribui para a preservação do meio ambiente, uma vez que a energia solar é uma fonte de energia limpa e renovável.

Gostou de saber como funciona a transferência de créditos de energia solar? Então, não perca tempo e assine um plano de energia solar com a Sunne! 

Saiba mais sobre energia solar por assinatura. Sem instalar painéis solares, sem obras, sem investimento. A Sunne cuida de tudo por você

A primeira Inteligência Artificial do setor de energia!

Descubra em primeira mão como essa plataforma irá revolucionar o setor e os seus resultados.